Parapsicólogo Eduardo Carvalho ministra palestra gratuita em ação do Setembro Amarelo na Uniavan

A chave de todos os problemas é o autoconhecimento. Para ajudar o público a buscar ferramentas internas para diferentes questões da vida, o parapsicólogo Eduardo Carvalho ministra a palestra “Porque pensamos em suicídio como solução?” no próximo dia 12 de setembro, como parte da programação do Setembro Amarelo em Balneário Camboriú. O objetivo é explanar questões que permeiam o universo humano e mostrar o quão fundamental é cada um conhecer muito bem a si mesmo.

A palestra, gratuita e aberta ao público, inicia às 19h no auditório 1 da Uniavan e integra a programação do Setembro Amarelo. A ação é uma iniciativa da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), com apoio da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Associação Brasileira de Psiquiatria, Rotary e Rotaract Club, Univali, DCE Univali e Uniavan.

A programação da noite conta também com uma conversa com os especialistas Eliz Marine Wiggers – mestre em psicologia; o psicólogo Gustavo Angeli, a psiquiatra Vanessa Adegas Menin e o médico psiquiatra Mário José Bisi Junior, as 20h30. A intenção da campanha, segundo a diretora de Relações Institucionais da CDL, Luciene Vieira, é chamar a atenção para a importância da valorização da vida

A CDL de Balneário Camboriú também venderá camisetas da campanha Setembro Amarelo 2019 pelo valor de R$ 25. Em tecido tecnológico, a peça é especial para atividades físicas e vem estampada com a frase “Celebre a Vida”. O lucro das vendas será revertida à Navibalc, núcleo de apoio a vida de Balneário Camboriú, mantenedora do Centro de Valorização da Vida (CVV) da cidade. As camisetas também podem ser encontradas na Papelaria Millenium, Loja Luciene, Líbere Fashion School e CDL.

Caso de saúde

Nove em cada dez mortes por suicídio podem ser evitadas. O dado, da Organização Mundial da Saúde (OMS), indica que a prevenção é fundamental para reverter essa situação, garantindo ajuda e atenção adequadas. A primeira medida preventiva é a educação. É preciso perder o medo de se falar sobre o assunto. O caminho é quebrar tabus e compartilhar informações. Esclarecer, conscientizar, estimular o diálogo e abrir espaço para campanhas contribuem para tirar o assunto da invisibilidade e, assim, mudar essa realidade.

Hoje, 32 brasileiros se suicidam diariamente. No mundo, ocorre uma morte a cada 40 segundos. Aproximadamente 1 milhão de pessoas se matam a cada ano. Sabe-se que os números são muito maiores, pois a subnotificação é reconhecida. Além disso, os especialistas estimam que o total de tentativas supere o de suicídios em pelo menos dez vezes.

AGENDA
Palestra “Porque Pensamos em suicídio como solução?”, parapsicólogo Eduardo Carvalho
Local: Uniavan (Auditório do Bloco 1)
Data: 12 de setembro (quinta-feira)
Horário: 19h
Valor: Gratuito

Painel “Felicidade, cuidados e atenção ao suicídio: é possível?”.
Eliz Mrine Wiggers - mestre em psicologia
Dr. Mário Joao Bisi Junior - Médico Psiquiatra
Gustavo Angeli - Psicólogo
Vanessa Adegas Menin - Psiquiatra
Local: Uniavan (Auditório do Bloco 1)
Data: 12 de setembro (quinta-feira)
Horário: 20h30
Valor: Gratuito



Parceiros