Momo, a obra de arte japonesa que se tornou um viral macabro, é jogada no lixo por criador

  • MUNDO -
  • 19/03/2019
  • 31927 Visualizações

Momo, a obra de arte japonesa que se tornou um viral macabro, é jogada no lixo por criador

O artista Keisuko Aiso, de 46 anos, disse que se sentiu responsável pelo uso negativo que internautas fizeram da imagem de sua escultura.

Antes de aterrorizar pais de crianças nas redes sociais, a Momo, como ficou conhecida na internet, era apenas mais uma escultura de silicone do artista japonês Keisuke Aiso, de 46 anos.

Em 2016, ela foi exibida numa exposição no Vanilla Gallery, em Tóquio, capital do Japão. Agora, nem existe mais — foi para o lixo. Seu criador disse que ficou perplexo por ter se tornado um fenômeno na web e também se sentiu responsável pelo uso negativo que internautas fizeram da imagem de sua obra.

Fonte: O Globo



Parceiros